quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Menina


Sara morreu! Na verdade, ela nem sequer teve o (des)prazer de existir; ela nem sequer pode ser “finalizada”, antes que minhas novas “verdades momentâneas” fizessem com que ela tivesse partido deixando um bilhete que dizia: “Você não precisa mais de mim!”. Fiquei puto com ela! Mas quer saber... FODA-SE!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário